Em defesa da mineração sustentável no Vale do Jequitinhonha

by itlabs
1188 views

Em defesa da mineração sustentável no Vale do Jequitinhonha
Deputado Federal Zé Silva (Solidariedade/MG)
Na cidade de Itinga, participei da Assembleia de prefeitos do Vale do Jequitinhonha, no dia 9 de agosto de 2019, que discutiu a implantação sustentável de Lítio do Vale do Jequitinhonha.
Durante o encontro promovi a assinatura do Pacto Federativo pela transformação do Vale do Jequitinhonha no Vale do Combustível do Futuro ( Clique aqui ), com a parceria da União dos Municípios do Vale do Jequitinhonha (UMVALE) e a Associação dos Municípios da Microrregião do Baixo Jequitinhonha (Nova Ambaj) , o Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do MME, Alexandre Vidigal, lideranças políticas e comunitárias da região. Na ocasião defendemos uma mineração sustentável para o Vale do Jequitinhonha, para Minas Gerais e o Brasil.
Voltamos a defender este posicionamento, após anúncio feito pelo Governador de Minas, Romeu Zema, de instalação da primeira fábrica de células de baterias de lítio-enxofre, na cidade de Juiz de Fora.
A população do Vale do Jequitinhonha mais uma vez esquecida, suas riquezas mais uma vez indo embora, sem retornar em forma de emprego e renda, seja pela recuperação ambiental das áreas degradadas.
À época, a Sigma Mineração, empresa responsável pela exploração da maior reserva de lítio do Brasil informou que aguardava licença de operação tão logo as obras fossem concluídas para a planta de Itinga entrar em funcionamento, a partir de setembro de 2020.
A empresa já tem as licenças de instalação e está pronta para ser instalada. Segundo informações obtidas, o projeto está atrasado porque a empresa não conseguiu levantar todos os recursos necessários e por isso deve operar somente em 2021.
Como Coordenador da Comissão de Barragens da Câmara dos Deputados e deputado federal legítimo nesta defesa pela expressiva votação no Vale do Jequitinhonha reafirmo minha luta de um aproveitamento sustentável das riquezas minerais da região, reconhecendo que o lítio, riqueza própria do Vale, sendo extraído e processado no próprio Vale do Jequitinhonha, respeitando a legislação ambiental, qualificando a mão de obra local, agregando valor e ajudando na redução das desigualdades regionais, incentivará a criação de indústrias, gerará oportunidades, emprego, renda e desenvolvimento. Assim, todos ganham! A região, o estado de Minas Gerais e o Brasil


Não abro mão de lutar para transformar o lítio , combustível do futuro, no combustível para transformar o Vale do Jequitinhonha no Vale da prosperidade.

Veja mais