A valorização do extensionista é fundamental para o fortalecimento da agricultura brasileira, afirma o presidente da Anater

by itlabs
343 views
DSC05555

DSC05555Entrevista

Paulo Guilherme Francisco Cabral – Presidente da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater)

 

A valorização do extensionista é fundamental para o fortalecimento da agricultura brasileira, afirma o presidente da Anater

Em visita ao deputado federal Zé Silva (Solidariedade/MG) o agrônomo Paulo Guilherme Francisco Cabral, indicado   pela presidenta Dilma Rousseff  para presidir a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), falou sobre a expectativa de comandar a Agência.

Paulo Cabral, Secretário de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do Ministério do Meio Ambiente (MA)

Anater – Atenderá as demandas dos agricultores em toda esfera , através de políticas de desenvolvimento sustentável consolidando a posição de vanguarda do Brasil , fortalecendo o serviço assistência técnica e extensão rural (Ater) em um conjunto de políticas públicas , destacou o presidente.

Leia a seguir a íntegra da entrevista:

– Quais as suas expectativas em relação à Anater para o fortalecimento da extensão rural e avanço da agricultura brasileira?

A Anater vai inovar algumas iniciativas que aperfeiçoem o sistema de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) como um todo, muito importante que a gente imprima essa concepção de que a Anater , não vai fazer nada sozinha, ela é a locomotiva de um conjunto maior que precisa ser impulsionado , motivado para, inovar e criar novas estratégias para o fortalecimento do setor, mas também aproveitar as experiências já implementadas pelas empresas públicas e privadas, que possamos juntos a esse conhecimento fazer com que o serviço de Ater, seja aperfeiçoado.

Valorização do extensionista para que na prática é quem tem o contato quase que diário com o produtor rural, produtor familiar o médio produtor, e esse sim é o grande sujeito de todo o processo, vamos ter uma relação total com o sistema, mas considerando o ator do processo o produtor rural , agricultor familiar, que vai implementar essa mudança que precisa ter informação qualificada, então esse casamento entre a extensão e a pesquisa estimule o que for necessário ser demandado, melhorado e que o serviço de extensão rural, estimule e oriente o que precisa ser pesquisado , proporcionado a via de mão dupla para que o produtor percussor de todo esse processo, possa ter opções e ser encorajado , motivado a fazer mudanças para melhorar a sua produtividade.

O componente ambiental é fundamental e está sendo requerido pela sociedade brasileira, cada vez mais a agricultura tem a responsabilidade ambiental é obrada pelo mercado e pelo consumidor, que exige alimentos de qualidade.

Destaco o tema : Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Alimento de Verdade , e quem toma essa decisão é o produtor, então ele precisa ser apoiado para que ele consiga fazer uma transição agroecológica , para aprimoramento do sistema produtivo , mas que ele tenha renda.

Outro grande desafio é incentivar o extensionsita para que ele consiga apoiar o produtor , ligando o conjunto das ações, para que não possa ser apenas uma atuação produtivista , temos uma grande responsabilidade na produção, mas também precisamos cuidar de outras dimensões , como a saúde, moradia e logística para que o produtor possa se organizar como as cooperativas, através de ações , acessar de forma qualificada o mercado , agregar renda a sua produção agroindustrializada .Entendo que essa multivisão do extensionsita precisa ser apoiada para que juntos esse conjunto de políticas públicas, são iniciativas, tanto do governo federal, quanto dos governos estaduais e municipais , para que o produtor sujeito de todo esse processo de mudança sinta – se seguro.

– Como o senhor avalia a importância das famílias Rurais acessarem as tecnologias de produção e processo, sobretudo, as políticas e programas fundamentais para o aumento da produção agrícola?

 

A Embrapa, as empresas estaduais de pesquisa e as empresas de extensão rural, precisaram responder algumas perguntas:
Quais são os problemas os quais queremos solucionar?
O que pesquisar?
Quando a gente territorizar , quais são os principais produtos e cadeias produtivas ?
Precisamos identificar quais são os problemas , o que já temos de solução, de material publicado em relação a esse conhecimento e precisamos disponibilizar para os extensionsitas.
O que não tem de pesquisa , que precisa ser demandado? A base do sistema de Ater precisa fazer fluir, esses questionamentos , para que não ocorra de forma aleatória, priorizando essa investigação em função dos problemas que estão sendo demandados.
O fluxo continuo é uma via de mão dupla , então precisamos orientar , demandar, para que seja realizada pesquisa através da interatividade.A própria pesquisa vai detectar algo que o extensionista não tenha percebido no campo, a interação tem que ser aperfeiçoada e a Anater vai conseguir viabilizar esse processo, porque o diretor de Pesquisa e Tecnologia da Agência , será o mesmo diretor que atua na direção da Transferência de Tecnologia da Embrapa. Através dessa parceria vamos conseguir alavancar a extensão rural e a pesquisa de forma integrada para consolidar o sistema em âmbito federal.

 

– O senhor acredita que a Anater vai assegurar a valorização dos extensionistas e a ampliação da abrangência dos serviços de Ater aos agricultores ?

A valorização do extensionista é fundamental e se não tiver um extensionsita preparado , bem remunerado, equipado e motivado, não teremos o avanço esperado.
O extensionsita é conselheiro , amigo, que leva informação que ajuda os produtores a superar outros desafios que vão além do solo e semente, ele é um ator fundamental dentro desse processo do sistema extensionista, é muito bem respeitado.
Precisamos identificar a realidade de cada uma das empresas públicas e privadas, identificando qual o nível de aperfeiçoamento , quais são os problemas enfrentados.

Acredito que a capacitação é fundamental para o fortalecimento desse processo, precisamos ter um plano de carreira salarial nas empresas de Ater , um curso orientando para que os extensionsitas tenham conhecimento avançado na sua área de atuação, isso vai agregar conhecimento e progressão da carreira , para que o produtor seja beneficiado e o extensionsita se sinta recompensado pelo seu esforço.

Por supuesto, hay algunos asuntos que ustedes son debe considerar sobre los medicamentos. Actualmente más de quoter de hombres mayores de 50 años reportó algún grado de dificultades eréctiles. Por lo general, tanto los hombres como las mujeres sufren de problemas sexuales. Nuestro artículo se centra en “Genérico Zithromax“. ¿Cómo puede obtener información detallada sobre “Genérico Zitromax“? Más información adicional sobre Kamagra disponible en “Genérico Azitromicina“. Si necesita tomar medicamentos recetados, pídale a su médico de cabecera que verifique primero sus niveles de testosterona. Es seguro que debe tomar en consideración los efectos secundarios potencialmente graves antes de comprar cualquier medicamentos. Antes de usar este medicamentos, informe a su médico forense si es alérgico a cualquier cosa.

Veja mais