Apoio aos serviços da Extensão Rural

by itlabs
856 views

Apoio aos serviços da Extensão Rural
Opinião / 21/02/2018 – 06h00

Zé Silva (*)

Nesse começo de ano estivemos mobilizados com o nosso trabalho parlamentar, e de uma forma muito especial, para assegurar que os serviços de assistência técnica e extensão rural estejam fortalecidos e garantidos aos agricultores familiares de todo o Estado. Participo desse movimento não apenas por ser um profissional de carreira da extensão rural, mas também pelo reconhecimento da importância desses serviços para as famílias rurais, para a segurança alimentar da nossa população, para as receitas municipais e para o fortalecimento da economia do Estado.

Nesse engajamento, e reiterando nosso apoio às causas municipalistas e ao movimento liderado pela AMM (Associação Mineira de Municípios), como presidente da Frente Parlamentar da ATER (Assitência Técnica e Extensão Rural), nos empenhamos junto aos prefeitos mineiros no sentido de preservar os convênios entre Estado e municípios para assegurar a continuidade dos serviços de assistência técnica e extensão rural da Emater-MG.

Na manifestação que dirigimos aos senhores prefeitos, relatamos nossos esforços e engajamento parlamentar para contribuir com o fortalecimento desses serviços fundamentais para a população rural. Isso, até que se construam fontes mais sustentáveis de recursos necessários para a extensão rural, de forma a não onerar tanto os municípios, sabidamente sobrecarregados com tantos encargos de custeios.

Nesse sentido, participamos na semana passada, na sede da Emater-MG em Belo Horizonte, da assinatura de parceria entre a Anater (Agência Nacional de Assitência Técnica e Extensão Rural) e a empresa, para executar serviços de ATER no Estado. Com o Projeto Dom Hélder Câmara, do governo federal, serão atendidas 1.795 famílias de agricultores em 58 municípios do semiárido mineiro.

E ainda com a formalização da parceria para execução do projeto-piloto de assistência técnica da Anater, mais agricultores de diversas regiões do Estado serão assistidos, totalizando para Minas Gerais 3.795 agricultores familiares de 158 municípios, com investimentos de R$ 12 milhões em ações que serão desenvolvidas até 2020.
Todos esses projetos são oportunidades de desenvolvimento econômico e social para o Estado. E são ações, sobretudo, para a promoção de melhorias da qualidade de vida no campo. Com isso, a ATER contribui decisivamente para reduzir a migração rural, promover a segurança alimentar para a sociedade e reduzir as desigualdades sociais.

(*) Zé Silva é agrônomo, extensionista rural, deputado federal pelo Solidariedade/MG

Veja mais