Audiência pública discutiu acesso à conectividade para agricultura familiar

by Tais Carniatto
35 views

84% dos produtores rurais estão em pequenas propriedades

Confira na Agência FPA: https://bit.ly/3AJpNWd

Os meios digitais e tecnológicos estão presentes em diversos setores da economia e no setor produtivo não é diferente. Para dar ainda mais acesso à conectividade aos produtores rurais, foi realizada uma audiência pública pela Comissão de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Câmara dos Deputados na manhã desta terça (12). O requerimento para discutir o tema em foi feito pelo deputado Zé Silva (SD-MG), coordenador de Comunicação da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

A implantação do sistema 5g no Brasil também foi abordada durante a reunião. O deputado Zé Silva demonstrou preocupação com a inclusão e acesso dos produtores de agricultura familiar do Brasil com a nova tecnologia. “Uma coisa é os 26% dos produtores rurais que que são os de grande porte acessarem essa tecnologia, outra vertente são os 84% dos produtores rurais de pequenas propriedades”, diz. Para o parlamentar, o debate sobre conectividade e inovação no campo é fundamental para o setor produtivo brasileiro e possui o desafio de alcançar toda a cadeia produtiva do país.

Participaram da audiência pública representantes da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do Ministério das Comunicações e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O representante da CNA, Matheus Ferreira apresentou a evolução do Brasil em relação ao uso de tecnologias no campo. Ele ressaltou que o uso da internet pelo produtor rural exige uma boa conexão, o que gera melhoria na produção.

De acordo com dados do IBGE, 72% dos produtores rurais ainda estão desconectados no Brasil, especialmente na região nordeste. Uma solução apontada durante o encontro, foi o uso de investimentos para tornar o acesso às novas tecnologias mais fácil ou a utilização de recursos do Fundo de Universalização de Telecomunicações (FUST), criado para cobrir custos de ampliação de serviços de telecomunicações.

Fonte: Agência FPA

Veja mais