Deputado Zé Silva leva curso de Agronomia a filhos de assentados da reforma agrária em Iturama

by itlabs
829 views
21255fa9 6112 4314 8362 3a1c81bb8aac

Jovens estudantes assentados da reforma agrária, de Iturama, terão a oportunidade de estudar agronomia e levar o conhecimento para as comunidades rurais, por intermédio do deputado federal Zé Silva (Solidariedade/MG), foram promovidas diversas ações, junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra, para que o convênios com a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), fosse aprovado, através do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). O termo que disponibiliza 50 vagas foi assinado no dia, 22 de maio, durante solenidade em Iturama. 21255fa9 6112 4314 8362 3a1c81bb8aac

 

“Educação é a melhor maneira de mudar a vida de crianças, jovens e adultos que vivem nos assentamentos e comunidades rurais. Esta ação vai além, do meu cargo como parlamentar é uma ação de inclusão social das populações rurais, para que sejam assegurados seus direitos de cidadania e também uma educação de qualidade, que no futuro trará oportunidades de trabalho e garantirá a renda “, disse o deputado Zé Silva.

 

 

Presentes na solenidade, Ana Lúcia de Assis Simões, reitora da UFTM;Darlene Mara dos Santos Tavares, pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Irani Rosa Nunes, chefe de gabinete da UFTM, Fabrício Anibal Corradini, diretor do Campus Universitário de Iturama; Ewerton Giovanni dos Santos, diretor de Desenvolvimento de Projetos de Assentamento, José Alves Filho, superintendente regional substituto do Instituto em MG, Coordenador Geral de Educação do Campo e Cidadania. Iradel Freitas da Costa Anderson Golfão, prefeito de Iturama, além de representantes da Câmara Municipal de Iturama e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais.

 

 

O Pronera apoia projetos na educação voltados para o desenvolvimento das áreas de reforma agrária, já atendeu 167,6 mil alunos na Educação de 

d3e4e407 ddea 4eee 8d35 aaffdbd94319

Jovens e Adultos (EJA), formou 9,1 mil no Ensino Médio, graduou no Ensino Superior 5,3 mil pessoas, viabilizou cursos de especialização a 1,7 mil graduados e 1,5 mil na pós-graduação Residência Agrária Nacional.

 

O curso. A metodologia de ensino será por meio da pedagogia da alternância, com atividades na universidade e nas áreas rurais, onde vivem os alunos. As aulas devem ocorrer de julho de 2017 a dezembro de 2022.

“A parceria vai incentivar a integração da universidade com as comunidades rurais e o desenvolvimento dos assentamentos, com o acesso as novas tecnologias, orientação técnica e produção de conhecimento específico”, afirmou a reitora da UFTM, Ana Lúcia de Assis Simões.

 

Incentivos – Por meio do curso os estudantes, vão poder acessar benefícios de auxilio do início até a finalização da graduação, por meio das bolsas de incentivo. Os estudantes contam com ajuda de custo no deslocamento, alojamento e alimentação.

 

3a928cd7 661b 46b5 8c72 831aa6589976“Uma importante conquista. Feliz em fazer parte desse projeto, que possibilitará mudar significativamente a história de vida desses jovens que buscam, novos conhecimentos, por meio de incentivos educacionais”, destaca o prefeito Anderson Golfão.

 

“Os estudantes de agronomia terão a oportunidade de conhecer o solo onde residem e tornar a terra fértil, garantindo assim, alimento para o consumo das famílias dos assentamentos e também gerar economia e renda para toda a região”, conclui Zé Silva.

Veja mais