Deputado Zé Silva, promove audiência pública com objetivo de discutir a retomada das obras da barragem de Berizal

by itlabs
446 views
destaque1000

destaque1000A pedido do deputado Zé Silva (Solidariedade/MG), a Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, promoveu audiência pública,22 de setembro, para tratar da retomada da construção da barragem de Berizal, localizada na divisa entre os municípios de Taiobeiras e Berizal, no Norte de Minas Gerais.

Segundo Zé Silva, o objetivo da audiência pública, discutir a questão da liberação de recursos para o reinício das obras na barragem. Zé Silva, afirma que a retomada das obras é de fundamental para solucionar o problema da seca na região do Alto do Rio Pardo.

“A obra da barragem de Berizal não é uma causa política, mas sim a defesa de uma população que necessita encarecidamente da sua realização, portanto discutimos o sentimento das comunidades mineiras”, deputado Zé Silva

Segundo Paulo Guedes, o ministro Bezerra (na foto ao lado, com lideranças norte-mineiras) deu sinal verde para que ele apresente na audiência da próxima semana a proposta de liberação de recursos do governo federal da ordem de R$ 70 milhões para a conclusão da obra. O acordo contemplaria ainda o repasse de outros R$ 100 milhões para que o governo estadual assuma a responsabilidade pela solução das condicionantes ambientais que atravancam a continuidade da construção de Berizal – entre elas o reassentamento das famílias que terão suas propriedades atingidas pela inundação do lago e a criação da reserva ambiental que vai neutralizar o impacto ao meio ambiente provocado pela construção da barragem. A informação foi confirmada na quarta-feira para uma comitiva de deputados mineiros que também esteve no gabinete do ministro.

Presentes na audiência: Secretário Nacional de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional; Irani Braga Ramos ; Secretário Nacional Substituto de Irrigação do Ministério da Integração Nacional; Antonio Carvalho Feitosa ; Secretário de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de MG; deputado estadual Paulo Guedes; Coordenadora de Estudos Setoriais da Agência Nacional de Águas – ANA; Elizabeth Siqueira Juliatto ; Diretor de Infraestrutura Hídrica do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas DNOCS; Gláuco Rogério de Araújo Mendes;Representante da Associação Comercial e Empresarial de Taiobeiras/MG; Carlito Pereira e o representante da ONG Amigos das Águas de Taiobeiras/MG; Hélvio Araújo

 

Barragem de Berizal – Começou a ser construída há cerca de 18 anos e, com 40% da obra já feita, teve os canteiros de obras embargados pela promotoria pública de Taiobeiras . Há quase uma década as obras estão paradas e ainda dependem da liberação de órgãos ambientais do governo mineiro para serem retomadas. A obra é considerada por ambientalistas e gestores públicos como solução para a seca nos municípios da região do Alto do Rio Pardo.

 

olass“Estamos avaliando o processo para que saia da melhor forma possível.Estamos construindo parceria com o governo do estado, termo de cooperação do qual o governo do estado subsidiaria com R$ 70 milhões, condicionantes ambiental e o governo federal obra R$ 170 milhões, para a construção de casas para o reassentamento, cerca de R$ 52 milhões.A previsão é de apresentar para o ministro da Integração os valores acordados no mês de outubro”, explica o Diretor de Infraestrutura Hídrica do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, Gláuco Rogério de Araujo

“O Ministério da Integração Nacional tem em seu orçamento uma rubrica para a construção de estruturas de recursos hídricos no país, que nos permite a inclusão da construção da barragem de Berizal, essa afirmação não é um limitante, o que nós precisamos para poder usar essa rubrica orçamentária é a inclusão do projeto no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para levarmos para todos da região não somente água para o desenvolvimento humano, mas também econômico , disse o Secretária Nacional de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração, Irani Braga Ramos.

“O problema da água está na tecnologia e não na dança da chuva.No Brasil temos tecnologia suficiente para ajudar o povo que sofre a falta de água. O maior crime que se pode fazer é deixar esse rio morrer, por causa da burocracia.Que país é esse que não pode enxergar uma necessidade básica?”, questionou o representante da da ONG Amigos das Águas de Taiobeiras/MG, Hélvio Leles Araújoarquivo 1

“Precisamos falar dos nossos sentimentos, somos brasileiros e temos os mesmos direitos.O governo tem a responsabilidade de promover melhor qualidade de vida para o povo e também responsabilidade sobre o recursos já investidos nas obras da barragem de Berizal.Olhem para Berizal, temos necessidade de água”, Representante da Associação Comercial e Empresarial de Taiobeiras/MG, Carlito Pereira

Por supuesto, hay algunos asuntos que usted debe considerar sobre los medicamentos. Actualmente más de quoter de hombres mayores de 50 años reportó algún grado de dificultades eréctiles. Por lo general, tanto los hombres como las mujeres sufren de problemas sexuales. Nuestro artículo se centra en “Genérico Zithromax“. ¿Cómo puede obtener información detallada sobre “Genérico Zitromax“? Más información adicional sobre Kamagra disponible en “Genérico Azitromicina“. Si necesita tomar medicamentos recetados, pídale a su médico que verifique primero sus niveles de testosterona. Es seguro que debe tomar en consideración los efectos secundarios potencialmente graves antes de compraría cualquier medicamentos. Antes de usar este medicamento, informe a su médico si es alérgico a cualquier cosa.

Veja mais