Deputado Zé Silva propõe debater obras públicas paralisadas no Brasil

by itlabs
319 views
DSC 0134 238x300

DSC 0134 238x300
A situação das obras paralisadas e as possíveis medidas para evitar mais prejuízos ao Brasil  é tema do debate na próxima terça-feira (28),  às 14h30, no plenário 14  da Câmara dos Deputados. O deputado Zé Silva (Solidariedade/MG), coordenador da Comissão e autor do requerimento para a realização do debate, afirma que o Brasil está refém da burocracia, que na maioria das vezes, está mais voltada para criar dificuldades do que para servir o bem comum.
“Não existe no governo federal um sistema informatizado, que mostre a quantidade de obras e os valores que estão imobilizados, trazendo-nos a necessidade de criar um cadastro único de obras paralisadas que utilizam recursos do governo federal. Desse modo, o cadastro servirá ao governo  de ferramenta que será utilizada no planejamento de gestão, no monitoramento e no controle das obras”, afirma o deputado Zé Silva.
Foram convidados para o debate, representantes dos ministérios: secretário do Programa de Aceleração do Crescimento do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Hailton Madureira; diretor do Departamento de Obras Hídricas do Ministério de Integração Nacional, Marcelo Borges e o secretário-executivo do Ministério das Cidades, Luciano Oliva Patrício.

Dados do Tribunal de Contas da União (TCU) – Mostram que os principais motivos para paralisação de obras são: falta de justificativa ( 31%); problemas no projeto (27%) e pendências administrativas (19%). Segundo o TCU, quase 1/3 das obras paralisadas apresentam problemas no projeto, número apresentado pelo representante do TCU durante audiência promovida pela comissão em abril 2016. De acordo com classificação da Caixa Econômica Federal, obras realizadas via contrato de repasse não iniciadas, paralisadas e atrasadas, representam 75% do total e somam 94,5 bilhões e as concluídas apenas 7% no universo de 45 mil operações.

 

 

 

Por supuesto, hay algunos asuntos que usted debe considerar sobre los medicamentos. Actualmente más de quoter de hombres mayores de 50 años reportó algún grado de dificultades eréctiles. Por lo general, tanto los hombres como las mujeres sufren de problemas sexuales. Nuestro artículo se centra en “Genérico Zithromax“. ¿Cómo puede ser obtener información personal detallada sobre “Genérico Zitromax“? Más información sobre Kamagra disponible en “Genérico Azitromicina“. Si necesita tomar medicamentos recetados, pídale a su médico forense que verifique primero sus niveles de testosterona. Es seguro que debe tomar en consideración los efectos secundarios potencialmente graves antes de comprar cualquier medicamento. Antes de usar este medicamentos, informe a su médico si es alérgico a cualquier cosa.

Veja mais