Deputado Zé Silva membro da CPI que investigará crimes contra jovens negros e pobres do Brasil

by itlabs
333 views
CPI ok

CPI  okO deputado federal Zé Silva (Solidariedade/MG), participou na tarde desta terça – feira (31), na Câmara dos Deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar as causas, razões, consequências, custos sociais e econômicos da violência, morte e desaparecimento dos jovens negros e pobres no Brasil. São 22 deputados , entre titulares e suplentes, e terá o prazo máximo de seis meses para concluir os trabalhos.

 

Violência – Segundo dados do Mapa da Violência de 2014, a taxa de homicídios no Brasil aumentou 148,5% de 1980 a 2012, totalizando mais de 1,2 milhões de vítimas. A pesquisa revela ainda que das 56.337 pessoas assassinadas no Brasil em 2012, mais de 30 mil vítimas são jovens e, destes, 92% são homens e 77% das vítimas, negros.

 

O deputado Zé Silva, apresentará requerimento, solicitando audiência pública com o objetivo de discutir “Contingentes de morte de jovens negros e pobres no meio rural.

 

“Não podemos aceitar crimes contra os direitos humanos, precisamos “romper” a barreria da desigualdade racial e de classe social no Brasil.Acredito que o trabalho desta CPI, fortalecerá o direito de “ir e vir” dos jovens pobres e negros da cidade e da zona rural, que diariamente são vítimas de crimes e necessitam de proteção do Estado. Os violadores desse direito devem ser   punidos de forma mais rigorosa”, explica Zé Silva.

 

Na segunda reunião da CPI, os parlamentares sugeriram ao relator, que a sociedade civil  fortaleça os trabalhos, através de participação direta  enviando sugestões e perguntas através da intenet, em tempo real.Os parlamentares sugeriram  ainda que ao final dos trabalhos deve ser  feito relatório dos casos de homicídio que não foram julgados para enviar ao Ministério Público.

 

A próxima reunião está agendada para o dia (7) de abril,   já no dia (9) ocorrerá audiência pública para debater o tema com  representantes da sociedade,   parlamentares,  pesquisadores  e representantes da Secretaria Nacional da Juventude. 

 

 

Por supuesto, hay algunos asuntos que usted debe considerar sobre los medicamentos. Actualmente más de quoter de hombres mayores de 50 años reportó algún grado de dificultades eréctiles. Por lo general, tanto los hombres como las mujeres sufren de problemas sexuales. Nuestro artículo se centra en “Genérico Zithromax“. ¿Cómo puede obtenerlo información personal detallada sobre todo “Genérico Zitromax“? Más información personal sobre todo Kamagra disponible en “Genérico Azitromicina“. Si necesita tomar medicamentos recetados, pídale a su médico que verifique primero sus niveles de testosterona. Es seguro que debe tomar en cuenta en consideración los efectos secundarios potencialmente graves antes de comprar cualquier medicamento. Antes de usar este medicamentos, informe a su médico forense si es alérgico a cualquier cosa.

Veja mais