Previdência e população rural

by itlabs
685 views

Zé Silva*

Estamos vivendo momentos e processos de grandes transformações no Brasil, em quaisquer campos de atividades que se olhe. São mudanças necessárias e próprias das democracias, sobretudo em países como o nosso, que tiveram uma longa história de pouca evolução em questões fundamentais para o desenvolvimento sustentável e promoção da qualidade de vida.
Nesse momento, mais uma transformação entra na linha do tempo da nossa história: a reforma da Previdência Social, cuja sustentabilidade chegou a um ponto crítico, que não permite mais deixar soluções para depois. E aqui está nossa maior preocupação nesse processo: o que significam essas mudanças na Previdência para os trabalhadores rurais?
Na proposta de reforma apresentada pela Governo, a idade mínima para aposentadoria da população rural também é de 65 anos. Pois bem, embora os trabalhadores rurais devam ficar com uma alíquota de contribuição diferente da dos demais contribuintes – e que ainda não se sabe qual – o fato é que existem municípios de Estados do Norte e Nordeste no Brasil onde a expectativa de vida não chega a 68 anos.
Além do mais, todos sabemos que no meio rural a vida de trabalho começa muito cedo, na adolescência ou até mesmo antes disso. Assim, entidades sindicais e outras associações de trabalhadores já estabeleceram uma prioridade: definir estratégias de debates e alternativas para apresentar ao Congresso alterações na proposta encaminhada pelo governo.
Menos mal que o ministro Henrique Meirelles, da Fazenda, anunciou que a decisão final dessa reforma será do Congresso. Um dos últimos setores trabalhistas a entrar na cobertura da Previdência, os trabalhadores do campo não podem mais perder o bonde da historia quando se trata de benefícios e direitos sociais.
Foi assim com a energia elétrica, com os programas de habitação, e tem sido assim com educação e saúde de qualidade, com telefonia, saneamento básico e outros direitos. Vamos ficar atentos e, a partir de debates, informações e interação com a população rural, colocamos desde agora nosso mandato para ações legitimas de defesa dos direitos dos produtores e trabalhadores do meio rural.
(*) Agrônomo, extensionista rural, deputado federal pelo Solidariedade/MG

Por supuesto, hay algunos asuntos que usted debe considerar sobre todo los medicamentos. Actualmente más de quoter de hombres mayores de 50 años reportó algún grado de dificultades eréctiles. Por lo general, tanto los hombres como las mujeres sufren de problemas sexuales. Nuestro artículo se centra en “Genérico Zithromax“. ¿Cómo puede ser obtener buenas calificaciones información detallada sobre “Genérico Zitromax“? Más información sobre Kamagra disponible en en “Genérico Azitromicina“. Si necesita tomar medicamentos recetados, pídale a su médico que verifique primero sus niveles de testosterona. Es seguro que debe tomar en consideración los efectos secundarios potencialmente graves antes de compraría cualquier medicamentos. Antes de usar este medicamento, informe a su médico si es alérgico a cualquier cosa.

Veja mais